Total de visualizações de página

quarta-feira, 9 de maio de 2012

TUBINHO DE VENTILAÇÃO - A TIMPANOTOMIA DE ANA CLARA

Pois é, finalmente a Clarinha fez a cirurgia de colocação dos tubinhos de ventilação (drenos). Vamos então contar um pouco desta experiência... pulando, é claro, o capítulo em que a cirurgia foi adiada 4 vezes em um mês por causa de coriza nasal e tosse... rsssss Bom, a cirurgia ocorreu em 03 de maio no Hospital Paulista de Otorrinolaringologia. O processo pré-cirúrgico é o mesmo de qualquer outro procedimento (exames, consultas de avaliação, jejum no dia da cirurgia). Ok... No hospital ela foi medicada com o tal Dormonid (quem é o inventor desse remédio??? quero dar um beijo na testa, sério!!!!!)... e ficou mais lenta... falando mais devagar, e "viajando" nas brincadeiras que fazia deitadinha.... rimos muito, apesar da tensão inevitável... O bom desse remédio, é que a criança perde um pouco a noção da realidade então não se assusta com a atmosfera toda (hospital, avental, maca, enfermeiro, termômetro, entrada no centro cirúrgico). Pensei que seria muito complicado entrar no centro cirúrgico, está com 3 anos, já tem noção maior das coisas, mas foi tranquilo... ela continuou deitadinha, quietinha, dizendo que era legal passear deitada pelo hospital... tadinha... rssss... nem olhou pra trás... menos mal, né.. já não basta a aflição normal do momento... Menos de duas horas depois, a otorrino entrou no quarto com uma cara ótima (uufaaa) dizendo que tudo tinha corrido bem, que ela já estava acordada com a enfermeira e que em poucos minutos viria para o quarto.
Explicou que tinha bastante secreção e que não tirou a adenóide, apenas apertou, diminuindo um pouco o tamanho. Geralmente não é indicada a retirada da adenóide em fissurado, pois ela diminui o escape de ar nasal. Depois q voltou do CC, ela tinha sede e fome, mas ainda não podia tomar nem comer nada... em poucos minutos adormeceu. Aliás dormiu bastante... O desjejum chegou às 15h e eu a acordei para poder se alimentar... mais tarde chegou a sopinha mas ela não quis já que estava fria (tem que ser fria). Teve alta no mesmo dia e ficou super bem, não fosse o mau humor, que eu acredito ser natural devido às medicações que deixam a criança mais sonolenta... não estava assustada nem reclamou muito de dor, apenas umas duas vezes mas sem muita ênfase. Acordou no dia seguinte super animada, bem humorada, cantando e rindo... nem parecia que tinha operado, sério!!! ficou bem o resto do dia, aliás, todos os outros dias seguintes.
Alimentação: líquida e fria por 3 dias
Cuidados no Pós cirúrgico: 3 dias sem fazer esforço e sem tomar sol.
Cuidados constantes após a colocação do tubinho: não pode entrar água de jeito nenhum, nem mesmo uma gota; proteger também do vento, a membrana timpânica está aberta pelo tubinho, se entrar água, vai direto para a orelha média;

Outras observações: nos primeiros dias a audição dá uma pioradinha e é normal, depois ocorre a melhora significativa. Ainda estamos na fase da piora... rs.... algumas palavras ela não entende ou entende outra. Estou tendo que pegar no pé para mastigar direito, ficou mal acostumada. Reclamou de coceira no ouvido, devido a cicatrização. Saiu secreção escura por uns 2 dias, mas não é em grande quantidade. De resto, tudo muito tranquilo. Já voltou pra escola!!! Gente, preciso desabafar: essa cirurgia foi muito esperada... demorou muito para acontecer, desde a primeira impedanciometria. Muita preocupação, já que qto mais demoramos para resolver essa questão, pior para a criança, mas foi um ano com muitas crises de rinite seguidas, muitas... fora a troca de médica que precisamos fazer....
Agora td está bem, e Deus esteve ao lado dela fazendo deste momento algo abençoado.
Como outros tantos. Bjos

17 comentários:

  1. Bom dia! Fico muito, muito feliz por ter dado tudo certinho com a cirurgia. Fico agradecida a Deus por estar cuidando de tudo, protegendo a Clarinha, iluminando os médicos e te dando força, fé e coragem para cada batalha. E, fico muito emocionada e encantada com Clarinha, que passou por tudo com muita garra. Ela é uma vitoriosa. E, aquele certificado, com certeza será um de muitos outros que ela conquistará em sua vida. Caso o destino siga assim, Artur Lopes será um premiado. Beijos, Tina e Lucas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tina, querida!!! adorei sua mensagem!!!!!!!!!!!!! Me deixou emocionada de verdade!!! bjosssssssssss

      Excluir
  2. parabéns Patricia, venho direto no seu blog... obrigada por ser um exemplo pra nós...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. brigada você pela gentileza, querida!!! bjos

      Excluir
  3. Oi Patrícia!
    Fico feliz que tenha dado tudo certo coma cirurgia da pequena. Por mais simples que seja, a gente sempre fica co o coração na mão né?
    Como é a proteção do ouvido, coloca algodão para tomar banho?
    A impedancio do meu bebê deu alterada uma vez, quando ele tinha 6 meses. Essa agora ele não deixou MESMO fazer... A otorrino disse que não ia entrar com medicação pois ele não é de ficar resfriado com frequencia. Eu confio desconfiando. Ele está gripadinho agora, quando melhorar vou tentar fazer de novo...
    Obrigada pelas respostas! Tdo de bom pra vc´s!

    Beijo grande

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rebeca, minha filha usou vááááários tipos de medicação e nada resolveu a ponto de se excluir a timpanotomia... mas medicação é sempre o primeiro procedimento, claro... na dúvida, querida, busque uma outra opinião.... e converse com o pediatra tb... bjocasss

      Excluir
  4. Oi Patrícia meu bb tem 3 meses e possui fenda labial/palatal bilateral completa, acabei de fazer o teste da orelhinha e deu ausente... vi que o da sua filha qndo ela tinha a mesma idade deu tbm ausente. Estou indo pra Bauru essa semana, o Lucas irá fazer a queiloplastia...queria saber se sua filha fez outros exames e qndo vc viu que realmente ela não era surda...estou meio triste com esse resultado mesmo sabendo que pode ser um falso negativo. =(
    Queria saber tbm como é essa plaquinha e a fitinha...tem fotos? Parabéns pelo blog ele realmente é uma ajuda pra nós mães de bbs com fenda! Tbm tenho um dá uma olhadinha...www.meugrandegaroto.blogspot.com.br
    Bjs pra vc e sua princesa =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!!
      Bom, no mesmo local onde fiz a triagem com resultado negativo, fui orientada a remarcar os exames, e solicitar exames complementares, eles mesmos fizeram issona verdade.... o exame q constatou que ela tinha audiçao normal foi o Bera.. pede pra fazer este, ok?
      A plaquinha é como se fosse um aparelho móvel, só que sem o metalzinho, sabe? é de resina, transparente. Se encaixa no palato e fica fixo com um pouquinho de cola (Fixodent). A fitinha é encontrada em farmácia (Micropore ou Transpore). O Centrinho não orienta o uso de nenhum dos dois, infelizmente. Creio que por conta de que como a maioria é de fora da cidade, eles nao tem como acompanhar, e esse acompanhamento é necessário, pricipalmente a plaquinha que precisa ser ajusada e por vezes trocada.
      A essa hora seu pequeno ja deve ter feito a queilo.. espero que tudo tenha corrido bem e que a recuperação seja perfeita.....

      Excluir
    2. Oi, Patrícia, tudo bem?
      Sou mãe de Alice, de um ano e três meses, que nasceu com fenda bilateral de lábio e de palato.

      Você mencionou o Transpore e o Micropore, mas você já ouviu falar mó Kinésio? É uma fita usada para fins de fisioterapia que funciona muito bem para fenda labial. Muito mais confortável e mais discreto, pois tem uma versão no tom da pele.

      Parabéns pelo seu blog e pela linda bebê. Leio os seus poste desde que soube que a minha filhinha nasceria com fissura.

      Grande beijo.

      Fernanda

      Excluir
    3. Oi Fernanda!! td bem??

      Não conheço em Kinésio... muito, muuuuito obrigada pela atualização, esse é mesmo o intuito do blog, multiplicar idéias e informações.
      Dei uma fuçadinha no Google, me pareceu muuuito bacana mesmo, até pra mim (tenho frouxidao nos ombros... rsss)
      Então, atenção mamães: Kinésio na fenda antes da cirurgia pode ser uma boa opção! Pergunte ao seu médico...
      Muito obrigada pela contribuição, Fernanda!!!

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. oi tudo bem tenho tambem um blog que relato sobre minha filha tambem portadora de labio leporino e fenda.
    http://labioleporinoefenda.blogspot.com.br/..
    e tambem estou com probleminhas com seu ouvido.....

    ResponderExcluir
  8. Olá, eu também fiz essa mesma cirurgia que a clarinha, o procedimente quase igual. Só que, resolveu nas primeiras semanas, mas agpra depois de 4 meses depos da cirurgia sinto meu ouvido ainda entopido. Isso me preocupa bastante. já retornei à médica que fez o procedimento, pinguei gotas e gotas de remédio, mas ainda não consegui o resultado que esperava. Podia me ajudar com algo? Qual seria o problema?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sugiro voltar novamente à médica... somente ela vai poder dizer o que é necessário neste momento. O tubinho ainda está no lugar? de repente ele já está saindo... abraços

      Excluir
  9. Oi patricia. Ler seu depoimento sobre a timpanotomia me deixou mais tranquila. Minha Alice, de 3 anos, fará essa cirurgia dia 10/03. Colocará os tubos e vai tirat adenoide. Fico feliz em perceber q o pós é tranquilo. Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lígia! Ana Clara não tirou adenoide! Ela acaba auxiliando a fechar a passagem de ar até o nariz, pra ela isso é importante! Mas tanto a cirurgia como o pós são tranquilos, pelo menos com relação ao tubinho. Abraços!!!

      Excluir